domingo, 17 de outubro de 2010

PRESIDENTE DA CÂMARA ITABIRANA PODERÁ TER SEU MANDATO CASSADO

NEIDSON FREITAS, QUE PODERÁ TER SEU MANDATO DE VEREADOR CASSADO


Na última sexta-feira, 15/10, este blogueiro entrou com 3 representações no Ministério Público contra o presidente do legislativo itabirano, Neidson Freitas. O presidente da Câmara deixou de responder a 3 solicitações de informação protocoladas na Casa por este blogueiro, infringindo direitos previstos na Constituição Federal e na Lei Orgânica do Município de Itabira. Foram solicitadas informações de interesse público e tudo pode redundar em perda de mandato do vereador. Há prazo legal previsto para resposta, não cumprido por Neidson Freitas.


Uma das representações diz respeito ao contrato da Câmara com a Valenet, empresa que provê acesso à internet. Matéria sobre o caso foi publicada na edição de junho do jornal Mosaico. (CLIQUE AQUI PARA LER, NA PÁGINA 12)


Enquanto o cidadão itabirano paga R$ 79,00 por uma velocidade de 300 kbps o legislativo paga apenas R$ 30,00, para poucos computadores e para uma velocidade de 2 mega - 7 vezes maior -, manutenções preventiva e corretiva, instalação de equipamentos quando necessário e de aparelhos para funcionamento da conexão com a internet.


Além disso, a Valenet tem que arcar com todas as despesas necessárias, como materiais, equipamentos e remuneração dos profissionais, mantendo os serviços disponíveis 24 horas por dia, dentro da qualidade exigida. Há ainda outras exigências que implicam em custos para a empresa.


Os milhares de computadores da cidade pagam quase duas vezes mais que a Câmara para um serviço muito inferior e que inúmeras vezes fica "fora do ar". Qualquer cidadão pode exigir legalmente direitos iguais junto à Valenet. O contrato da empresa com a Câmara é muito estranho, muito estranho. Tem coisas a serem explicadas aí. E não são poucas. Possivelmente por isso Neidson Freitas se recusou a passar as informações solicitadas por este blogueiro. Já cometeu maracutaia.


Não sabemos informar se o Ministério Público em Itabira considerará o contrato estranho. É aguardar para ver. No processo eleitoral de 2008 não tomou nenhuma medida contra o prefeito João Izael por ter exibido uma certidão da Justiça Federal de Governador Valadares na mídia eletrônica - rádio e TV - no horário eleitoral e ter afirmado que lhe havia sido dada pela Polícia (Republicana) Federal, isentando-o e a seu governo de fraude com verba do PAC (Plano de Aceleração do Crescimento - leia-se Operação João de barro).


Mentiu descaradamente e se beneficiou eleitoralmente. O Ministério Público local não fez nada, talvez o corrupto prefeito João Izael e seus maracutaicos tenham facilidades lá.


Comentários na cidade dão conta de que Neidson Freitas e o ex-secretário Cácio Guerra seriam sócios da Valenet. Este blogueiro recebeu a informação de que Cácio Guerra teria, há algum tempo, procurado a Vale e solicitado a instalação de torres da Valenet em área operacional da mineradora. Conforme a informação o pedido foi recusado, até porque poderia haver o risco de provocar interferência em frequências usadas pela Vale.


Neidson Freitas não dirige a casa da sogra, nem o espaço de mãe Joana. Por que Neidson Freitas tem medo de passar informações públicas ao cidadão?










4 comentários:

Anônimo disse...

Esse Neidson, "político profissional", têm que ser expulso da vida pública em Itabira. As urnas em 2012 serão as ferramentas necessárias.

Anônimo disse...

como sera o contrato da Valenet c/ SAAE? Pois a Valenet utiliza dos resertvatorios p/ instalar suas antenas

kelvin disse...

Olá, recebi o jornal Mosaico no dia 18/10/10 em uma conversa informal com o senhor Luiz, li o jornal e notei que a publicação foi em junho, o que está havendo?, PQ não houve mais publicações? e se houve onde adquiro? Não sou itabirano, sou no interior de São Paulo, porém estarei em Itabira por mais cinco anos e dependendo ficarei por muito mais tempo, é um absurdo o preço da internet, pagava 1/4 do preço da internet por uma qualidade maior, e bom as empresas que fornecem internet para região é bem mais em conta, deve ocorrer um cartel, é um absurdo..Sem falar dos valores dos imoveis, a burocracia pra se conseguir um imovel. Itabira está se tornando uma cidade universitaria, entretanto não vejo preocupação da população e nem dos orgãos responsaveis em facilitar nossa ocupação, e o lazer??? Itabirano sofre com a vale e com a prefeitura, há de ocorrer uma mudança drastica no modo de atuação do governo municipal. Sempre bom estar por dentro do que está acontecendo, mas não sei se a fonte mosaico é confiavel, mas já é uma fonte. Apoio suas publicações.
Obrigado, Kelvinferraz@yahoo.com.br

Anônimo disse...

Acá,me explica uma coisa. Como é que Neidson teve 6 mil votos fora de Itabira se ele não é conhecido? Até aqui eu acho que ele teve voto demais. Quem esconde informação pública tem que ser cassado mesmo. O blog tem toda razão, ele não tá na casa da sogra não.